Seja bem vindo! Confira as matérias mais recentes mais abaixo rolando a página. Confira em nossos arquivos outras imagens e assuntos pela barra lateral a direita. Obrigado.

domingo, 26 de agosto de 2012

NEIL ARMSTRONG 1930-2012

Olá, neste sabado, 25 de agosto de 2012 o céu ganhou mais uma estrela. E para falar sobre isso preferi republicar uma postagem (na integra) dentre as que li sobre o assunto, junto com o meu comentário.

de AUTOentusiastas:

EXTRA: ASTRONAUTA NEIL ARMSTRONG MORRE AOS 82 ANOS

Foto: Wikipedia 



Neil Armstrong, o primeiro homem a pôr os pés na Lua, em 20 de julho de 1969, morreu hoje aos 82 anos, em razão de complicações após cirurgia para colocação de pontes para revascularização do coração.
Além da admiração que muitos de nós temos por este astronauta, há uma história dele em relação ao automóvel que merece ser compartilhada.
Em 1993, numa viagem à Alemanha para conhecer a fábrica da Daimler-Benz, em Stuttgart, a convite da filial brasileira, eu e um grupo de jornalistas pudemos ver e saber dos detalhes do A Vision, o conceito que viria a ser o Mercedes-Benz Classe A.
Fez parte do programa passar algumas horas no campo de provas da fabricante, ocasião em que fomos conduzidos na pista em alguns carros (não nos deixaram dirigir). Numas das voltas que dei, passamos por uma curva superelevada em cuja borda externa a superelevação era de quase 90 graus (não era 90%).
A velocidade não era tão alta porque o raio da curva não era grande o suficiente, coisa de apenas 140 km/h. Mas a aceleração vertical era muito alta, próximo a 3 g. Senti o sangue sair da cabeça, tudo ficou meio escuro por segundos.
Comentei com o motorista o efeito, ele disse que estava acostumado, mas que um dia o Neil Armostrong, em visita ao campo, após ouvir do mesmo motorista qual era a aceleração àquela velocidade, disse-lhe: "Comigo você pode entrar a quanto quiser, sou astronauta, lembre-se".
O motorista contou-me que entrou muito mais forte, tipo 160 km/h, quase desmaiou, e depois, feito o cálculo, a aceleração vertical havia chegado a 6,5 g. "E o Neil Armstrong, nem era com ele" – disse, rindo. Por aí se vê o condicionamento físico de um astronauta, agüentar acelerações que não imaginamos possíveis para nós.
As homenagens do AUTOentusiastas a essa grande pessoa que nos deixa.

R.I.P., Neil Armostrong

 -------------------------------------------------------------
MEUS COMENTÁRIOS:

1-Julio Cesar26/08/12 00:48
ops...ele não deixou um rastro (a respeito de outro comentário)...deixou 'um pequeno passo'!
 (...)
 Astronauta para que é coisa do seculo passado hoje...tanto que a ultima viagem do Spáce S. nem causou estardalhaço!... no nosso contexto...paulista, digamos que teve o mesmo impacto do que a retirado dos bondes...ou desativação de algumas linhas de trolebus. Ao surgirem... suas viagens foram comparadas aos navegadores expedicionarios das caravelas...que saiam para não sabiam onde, quando ainda achavam que a terra era chata... e não sabiam se voltariam. Janela de reentrada? computador de bordo? computador? imagino a capacidade que teriam... telemetria?...pow..a motorola estava lá! alias...se hoje estamos trocando essas condolencias devemos boa parte disso aos projetos espaciais da NASA. De fato quem assistir Tropico de Capricornio, Hangar 18, Assassinato do presidente (decada de 70), e ver as fotos com duas sombras, sem reflexo no capacete, reflexo errado, sem estrelas no fundo... vai ficar sem dormir ruminando... rs... isso é America. Acredite mas duvide. Duvide mas acredite.

2-Julio Cesar26/08/12 01:00

Neil entrou para historia sem duvida. Mas quem chegou a lua foram os astronautas do projeto mercury e do projeto apollo. Li o livro Salto para o Infinito, de Grisson (morreu em teste da capsula... incêndio). Na verdade Neil entrou para a história pela impetuosidade e determinação, visto que Aldrin é quem deveria pisar na lua...mas recebeu um empurrão do primeiro em que afirmou mais ou menos assim: 'cara! Isso é histórico e não posso deixar para outro'. Lembro até hoje do dia do lançamento da apollo, lembro das transmissóes em tv pb...valvulada...que esperavamos uma eternidade para ligarem. Lembro do merchand em vários produtos de meu consumo a época...como Toddy e Nescau que tinha um album fabuloso...que não consegui fazer. O Brasil teve seus Neil´s... alguns que até hoje ainda permanecem obscuros na história... Não foram para outro planeta, mas que sem duvida fizeram esse pais decolar. Mas isso é outra história.

Neil. descanse em paz. O céu que explorou ganha agora mais uma estrela.

PS:Bob, com devidos créditos e links para o original vou reproduzir seu ótimo post em meu espaço.

NOTA Se quiserem acompanhar os demais comentários dessa postagem cliquem no link no top deste tópico para acesso direto ao site.
Agradeço a Bob Sharp e AUTOentusiastas por permitirem a reprodução

 Obrigado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores